O ano de 2014 marca o reconhecimento internacional da qualidade e solidez do Banco Finantia

A revista britânica The Banker, a mais importante do setor bancário, classificou o Banco Finantia como o 13º banco financeiramente mais sólido da União Europeia, de entre uma lista composta pelos 250 principais bancos da UE. A publicação do grupo Finantial Times é uma referência na área e tem divulgação em mais de 180 países.

Também a conceituada revista International Banker elegeu o Banco Finantia como o melhor banco de Investimentos em Portugal, no âmbito dos Western & Eastern European Awards 2014. Após uma fase de pré-seleção composta por seis bancos, a publicação acabou por considerar elegíveis para escrutínio quatro bancos que foram submetidos a uma atenta avaliação. Neste processo, o desempenho do Banco Finantia destacou-se dos restantes concorrentes, cujos nomes a publicação preferiu não revelar.

Para os bons resultados obtidos pelo banco nos estudos internacionais em muito contribuíram, por um lado, o número recorde de mandatos de assessoria financeira a empresas nacionais e estrangeiras verificado no ano de 2014, e por outro, o facto de ter sido um player importante na emissão de empréstimos obrigacionistas e de programas de papel comercial para empresas nacionais.

A sua forte presença internacional, com escritórios não só em Lisboa mas também nas principais praças, como Madrid, Londres, Nova Iorque e São Paulo, revelou ser uma mais-valia e um pilar fundamental para o crescimento do banco. Este dispositivo de operação no estrangeiro foi gerido por forma a garantir uma capacidade de intermediação financeira que se destacou dos demais concorrentes ibéricos.

Ao logo de 28 anos de atividade no mercado, a larga experiência do Banco Finantia na banca privada, na banca corporativa e de investimentos permitiu-lhe  obter sempre resultados positivos. Em 2014 o Banco Finantia assegurou um lucro consolidado no valor de 11,9 milhões de euros.